Arranco
Like

Arrancada para o sucesso

31 de janeiro de 2014
178 Vizualizações
0 Comentários
7 minutes read
Arrancada para o sucesso

Jovem talento de Madureira, Lucas Donato ganha oportunidade e será a primeira voz do Arranco, no Grupo B

MICHAELL GRILLO

A Rádio Arquibancada segue com entrevistas e reportagens exclusivas na reta final de preparação para o Carnaval 2014. Dessa vez, fomos até Madureira, subúrbio do Rio e berço do mais fino samba, para saber de Lucas Donato, 18, como estão os preparativos para o novo desafio de sua promissora carreira. Na última semana, o jovem intérprete, que também é cantor de apoio, ritmista e cavaquinista, recebeu das mãos da presidente Tatiane Irineu, a responsabilidade de ser a primeira voz do Arranco, tradicional Escola do Engenho de Dentro, Zona norte carioca, que esteve pela última vez no Grupo Especial em 1989, quando este ainda era chamado de Grupo 1-A.

O convite veio depois da impossibilidade do então intérprete, Lequinho da Mangueira, continuar a frente do microfone principal da agremiação. Como o desfile da Verde e Rosa será praticamente no mesmo horário da apresentação do Arranco, na Intendente Magalhães (domingo de Carnaval, 2 de março), Lequinho, que é compositor da Estação Primeira e um dos coordenadores do carro de som da Escola, preferiu se afastar de suas atividades na azul e branco, a fim de  não comprometer o rendimento da agremiação postulante à Série A.

Questionado sobre como foi saber que assumiria o microfone de uma agremiação pelo qual passaram Espanhol, Zé Paulo, Leléu e Sylvio Paulo, Lucas Donato reconheceu a responsabilidade, mas ao mesmo mostrou-se disposto a encarar o desafio:

– É um desafio que Deus colocou no meu caminho, e se tiver milhões de pedras nele, eu as tirarei. Será uma grande responsabilidade, uma missão difícil, mas não será impossível. Vou trabalhar bastante para que o desfile saia como estamos planejando: com saldo positivo, pois a nossa meta é levar o Arranco de volta à Sapucaí – relata o confiante Lucas Donato.

Sobre possíveis mudanças no carro de som, poucas serão promovidas, segundo o novo intérprete:

– Irei manter os intérpretes que auxiliavam o Lequinho: o Gabriel Sorriso, o Fernando e o Robson. Farei apenas alguns ajustes em termos de instrumentos de corda – afirma Lucas.

Mas engana-se quem pensa que Lucas ficará restrito ao Arranco, neste Carnaval. O jovem compositor estará na Sapucaí na sexta e no sábado de folia, quando desfilam na Passarela do Samba as agremiações da Série A. Na sexta, será cavaquinista no carro de som da Paraíso do Tuiuti e intérprete auxiliar no Império Serrano. Já no sábado, será intérprete de apoio na Tradição. Donato agradeceu por estar na Avenida cantando dois clássicos do Carnaval carioca, já que a agremiação de São Cristóvão reedita “Kizomba – festa da Raça” (primeiro campeonato da Vila Isabel, em 1988) e a azul e branco de Campinho, o lendário desfile de 1976 da Beija Flor, “Sonhar com Rei dá Leão”:

– Será uma honra imensurável. Agradeço ao Marquinho Silva (intérprete da Tradição) e ao  Daniel Silva (intérprete da Paraíso do Tuiuti) pela oportunidade de mostrar meu trabalho em dois clássicos dos sambas de enredo. Vai ser emocionante! Momentos únicos em minha vida, com certeza – revela um animado cantor.

E para quem pensa que a maratona do jovem poeta de Madureira, que por sinal é sobrinho de Roberto Ribeiro, eterno intérprete do Império Serrano e da Música Popular Brasileira, acaba por aqui está mais uma vez enganado. Ele é um dos autores do samba da Unidos de Bangu, que vem a ser pertencente ao mesmo grupo em que desfila o Arranco. Sobre essa coincidência, Donato ressalta que não houve problema no momento de sua contratação e revela ter o total apoio da presidente Tatiane:

– O fato de eu ser um dos compositores da Unidos de Bangu, que está no mesmo grupo do Arranco, não atrapalhou em nada. A presidente do Arranco apoiou numa boa. Porém, infelizmente, não poderei participar do desfile da Bangu. Mas mesmo sendo uma ‘concorrente direta’, sem rivalidade, claro, torço para que também dê tudo certo para a co-irmã. Que Arranco, Bangu e as outras Escolas possam fazer, da Intendente, um grande espetáculo – afirma Lucas.

A estreia de Lucas Donato em desfiles oficiais, como primeira voz, irá acontecer no próximo dia 2 de março, quando o Arranco do Engenho de Dentro será a quinta agremiação a adentrar a pista de desfiles da Intendente Magalhães. O enredo presta homenagem à cidade mineira de São Lourenço e caberá a Alex de Oliveira, ex- carnavalesco da Portela e ex- Rei Momo do Rio, o desenvolvimento de “Água Vitaex, ignis Dei…Água da vida, fogo da fé. São Lourenço, nosso guia!”. Lucas aproveitou para deixar um recado à comunidade do Engenho de Dentro:

– O recado que deixo para a comunidade é ‘acreditar’. Vamos nos unir porque nossa hora está próxima. Faremos de tudo para que o Arranco volte ao seu lugar, que é a Sapucaí. Obrigado pelo carinho de sempre. Vamos lá comunidade e rumo a vitoria! – finaliza Lucas.

 

Fechado para novos comentários.