Arranco
Like

Arranco divulga sinopse

10 de junho de 2015
128 Vizualizações
0 Comentários
5 minutes read
Arranco divulga sinopse

logoarranco2016A escola de samba Arranco divulgou, na noite dessa quarta-feira (10), a sinopse do enredo “Pelo Engenho de Dentro, de amores eu me Arranco!” de autoria do carnavalesco Julio Cesar Farias. O tema falará da história do bairro de origem da agremiação.

Em breve a escola divulgará as data para explanação e calendário de tira-dúvidas aos compositores interessados em participar do concurso de samba-enredo.

O Arranco desfilará na terça de carnaval, dia 09 de fevereiro de 2016, na Estrada Intendente Magalhães, e é escola filiada a Associação Cultural Samba é Nosso.

Confira abaixo o texto da sinopse e sua justificativa.

JUSTIFICATIVA DO ENREDO

Em 2016, o G.R.E.S. Arranco do Engenho de Dentro volta às suas origens, mostrando um pouco da história do bairro no qual a agremiação foi fundada como bloco. O amor da escola de samba pelo bairro é tão grande que ela o traz no próprio nome, marcando o território ao qual representa com muito orgulho: ela é do ENGENHO DE DENTRO!
“De amores pelo Engenho de Dentro” torna-se hoje o mote do Arranco para expressar a valorização de um lugar e de sua gente, revelando em forma de arte os costumes e o modo de viver dos moradores dessa promissora região e dos próprios arranquistas. Com esse tema, o Arranco infla o peito e levanta a cabeça com altivez, impondo respeito por ser uma escola de tradição, que não nega suas raízes.
Neste carnaval, o Arranco novamente é todo amor. Todo amor PELO ENGENHO DE DENTRO!

SINOPSE ARRANCO 2016

Pelo Engenho de Dentro, de amores eu me Arranco!
Nossa escola se veste de história para brilhar em desfile
Do tempo colonial de engenho onde a cana-de-açúcar se destile
A estrada de ferro trouxe avanço para essa terra fecunda
Preservada a Baronesa, a Maria Fumaça o progresso funda
Do Imperador foi transferido para a localidade o Hospital dos Alienados
Nise da Silveira inspirou o Museu do Inconsciente dos pirados
Na região pode ser vista a imponente Serra dos Pretos Forros
E uma gente guerreira vivendo feliz nas comunidades dos morros
Pelos terreiros e igrejas, o povo em rituais de religião
Com as bênçãos de Nossa Senhora da Conceição
Ainda erguidos admiráveis casarões antigos de rica arquitetura
Construções que resistem ao tempo na atual conjuntura
Serviços sociais aos trabalhadores do comércio na cercania
Atividades culturais que engrandecem a promoção da cidadania
Com humor, o primeiro bar e botequim dos patrícios portugueses
Um pouco do Rio antigo para diversão de boêmios fregueses
Variedade e preço baixo no luso supermercado “tudo por você”
Promovendo a economia para as necessidades da família abastecer
Cortando o subúrbio, encurtando caminhos, a Linha Amarela
Pela comprida via expressa se chega à Barra numa piscadela
Do Pan herdamos um monumental estádio esportivo
No campo verdejante um jogo clássico é sempre grande atrativo
Nessas bandas a tradicional malhação de Judas na semana santa
Brincadeira popular que a gente de todas as gerações encanta
Lugar bom de se viver com muita gente bamba
Bairro de moradores amantes do samba
Os blocos na quarta-feira de cinzas se apresentam
Com Chave de Ouro, o fim da folia todos lamentam
Um bloco de sujos contagiante arranca as pessoas de casa para brincar
Se agiganta e vira escola nascida para no carnaval brilhar
A Portela e sua águia altaneira, a madrinha
Dessa amada escola que é toda minha
O azul e branco e o falcão destemido amamos com fervor
Na ilusão desta Avenida, o Arranco é todo amor!

Carnavalesco: Julio Cesar Farias

Fechado para novos comentários.