Arrastão de Cascadura
-1

Arrastão de Cascadura promove inovações para a disputa de samba

2 de outubro de 2017
198 Vizualizações
0 Comentários
1 minute read
Arrastão de Cascadura promove inovações para a disputa de samba

Em tempos de crise econômica, visando promover a maior participação dos compositores na escolha do seu hino para o próximo carnaval, o GRES Arrastão de Cascadura resolveu que não haverá obrigatoriedade de sambas gravados em estúdio para a inscrição dos compositores.

De acordo com o jornalista e compositor Marcão Lodi, integrante da comissão organizadora do concurso, a ideia é proporcionar oportunidades e buscar um grande samba. “O compositor pode fazer uma gravação simples e colocar no CD. É obrigatório que seja voz e cavaquinho. As disputas estão caras e tem belos compositores que não participam pela falta de condições financeiras. Por isso vamos incentivar a participação de todos”, afirma Lodi.

E as novidades não param por aí. Independente do número de inscritos, todas as obras serão apresentadas na quadra no dia 15 de outubro. ” É a grande alegria do compositor interpretar sua obra, levar a família pra assistir. Vamos fazer uma disputa marcada pela emoção e esperamos grandes sambas”, ressalta Marcão.

A entrega dos sambas será no próximo sábado 07 de outubro de 14h às 19h na quadra da escola, que fica na Rua Caetano da Silva, número 700. O Arrastão de Cascadura será a décima primeira escola a desfilar no domingo de carnaval na Intendente Magalhães. O enredo para 2018 é “Chico Frota… Na Freqüência desse som!”

Fechado para novos comentários.