Mocidade Independente
Like

Casal da Mocidade com dança mais tradicional

26 de maio de 2015
132 Vizualizações
0 Comentários
4 minutes read
Casal da Mocidade com dança mais tradicional

casal mocidade e BoniUma conclusão que pode ser tirada no quesito mestre-sala e porta-bandeira em 2015 é o posicionamento dos julgadores quanto ao excesso de coreografia da maioria dos casais do Grupo Especial. Mesmo recebendo notas inesperadas no último desfile, Lucinha Nobre e Diogo Jesus, observaram com alívio o fenômeno. De coreógrafo novo, ambos vão conduzir o trabalho de maneira mais tradicional em 2016.

– A gente coreografou mais nossa dança no ano passado levando em consideração as notas de 2014. Só que os jurados deram dez em 2015 pros casais que apresentaram uma dança mais tradicional, que era exatamente o que fazíamos em quadra. Então esse ano vai ser mais simples, dançaremos como dançávamos em quadra, esse sempre foi o nosso forte – afirmou Lucinha.

Para Diogo Jesus, seu parceiro de dança, é importante avaliar o que os julgadores indicam em suas justificativas. Neste caso mais especificamente, os quatro avaliadores do quesito deixaram claro o incômodo com o excesso de movimentos marcados pelos casais.

– Com certeza essas justificativas servirão para uma dança mais solta de nossa parte. Adoramos dançar desta forma e estávamos seguindo um modelo que era o preferido até então. Acho que essa é a lição que temos que aprender em 2015. Teremos a ajuda do Bonifácio Junior também, que já ajudou muitos casais a conquistar a nota 10 e agregará bastante ao nosso potencial, vai nos trazer muita segurança.

Citado por Diogo, Bonifácio Junior chega para ajudar justamente neste ponto. De acordo com ele, a ideia é criar junto com o casal um ‘’ato coreográfico mais livre’’. Um trabalho que já vem sendo feito pelo coreógrafo.

– Preocupo-me muito com a identidade de cada profissional. Cada ser é único, cada artista tem a sua forma de se expressar. Conheço bastante o trabalho dos dois, quero dar continuidade, agregar uma proposta que venho trabalhando recentemente e dando resultado. Vamos buscar um ato coreográfico mais livre. Não é simplesmente ter uma coreografia solta, mas sim uma sequencia de passos coordenados. Explorar a tradição da dança, o que os dois sabem fazer muito bem. – afirmou ele.

A pouco mais de oito meses do desfile, Diogo e Lucinha iniciarão os ensaios. Por hora, serão dois treinos por semana. Frequência que será intensificada gradativamente, mas com uma particularidade bem especial.

– Sou muito fã da Lucinha e certa vez ela me disse uma coisa que guardei comigo: ‘’chega primeiro quem sai antes’’. Então vamos começar logo para chegarmos na Avenida bem seguros. Sou o tipo de coreógrafo que não ensaia o casal na semana do carnaval. O que fazemos é uma marcação na quarta-feira anterior ao desfile. A semana do carnaval é de descanso, orientação e carinho. Não vou ficar estressando o casal a poucos dias do desfile. Por isso é importante começarmos cedo – concluiu Bonifácio.

Lucinha e Diogo dançarão pelo segundo ano consecutivo como primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da agremiação. Um dos ícones do quesito, ela foi revelada pela Verde e Branco de Padre Miguel e era a primeira porta-bandeira em 1996, ano último título da agremiação.

Fechado para novos comentários.