Category: Vila Isabel

Nove sambas continuam na Vila Isabel

Com a chegada do mês de setembro a disputa de samba da Unidos de Vila Isabel fica ainda mais acirrada. Após o corte de uma parceria concorrente no último sábado, a azul e branca segue o seu concurso com nove sambas postulantes ao hino da agremiação em 2015. O evento, que contará também com um show dos segmentos da escola e abertura com grupo de pagode, começa as 22h deste sábado, dia 06 de setembro. O enredo da Unidos de Vila Isabel em 2015 presta homenagem ao maestro Isaac Karabtchevsky e será desenvolvido pelo carnavalesco Max Lopes. A escola será a terceira a desfilar na segunda-feira de carnaval. A quadra da Unidos de Vila Isabel fica no Boulevard 28 de setembro, 382.

Confira os sambas que seguem na disputa:

Samba 01 - Carlinhos Petisco, Serginho 20, Machadinho, Paulinho Valença e Henrique Hoffmann
Samba 03 - Tunico da Vila, Luiz Matos, Antônio Conceição e Thales Nunes
Samba 07 - Macaco Branco, Davi Sambaí, Paulinho Miranda, Elton Carvalho, Toninho Z-10
Samba 09 - Jonas, Sergio Freitas, Jorge Secretário, Ivan da Wanda e Mascote
Samba 10 - Pepê Niterói, Rodolpho de Souza Junior, Beto Alves, Beto Preto, PC e Marcelo MP
Samba 14 - Dinny da Vila, Carlos Ortiz, Cláudia Nel, Alexandre Valle e Almeidinha
Samba 15 - Eduardo Katata, Dedé Aguiar, Jejê do Caminho, Paulo Portela e Dadinho
Samba 16 - Samuca, Paulo Martins (Puruca), Luiz Carlos, Sidinho e Pingo
Samba 18 - Guilherme Salgueiro, Dalton Cunha, Raoni Ventapane, Davi Dias e Walace Professor

 

Serviço
Eliminatória de Samba-Enredo para o Carnaval 2015
Sábado, dia 06 de setembro – 22h
Atrações: Apresentação dos sambas concorrentes, show da escola e abertura com grupo de pagode
Preços: Pista – R$ 15, Mesa – R$ 40, Camarote P/12 Pessoas – R$ 500
Classificação: 18 anos
Telefone: 2578-0077

Share via email

Dez sambas prosseguem na Vila

Após mais uma eliminatória realizada na madrugada do último domingo (24), a Unidos de Vila Isabel eliminou três sambas de sua disputa rumo ao carnaval 2015. Dez parcerias prosseguem na disputa, que terá o seu dia derradeiro em 18 de setembro. No próximo sábado, dia 30 de agosto, a partir das 22h, acontece mais uma etapa do concurso na quadra da agremiação.

Antes da apresentação de cada concorrente, é a hora do show com os segmentos da azul e branco do bairro de Noel, com direito a bateria Swingueira, comandada pelo mestre Wallan, passistas, baianas, Velha Guarda e casais de mestre-sala e porta-bandeira. O público poderá conferir os principais sambas da história da escola na voz do intérprete Gilsinho.

Confira os sambas que seguem na disputa da Unidos de Vila Isabel:

Samba 01 - Carlinhos Petisco, Serginho 20, Machadinho, Paulinho Valença e Henrique Hoffmann

Samba 03 - Tunico da Vila, Luiz Matos, Antônio Conceição e Thales Nunes

Samba 07 - Macaco Branco, Davi Sambaí, Paulinho Miranda, Elton Carvalho, Toninho Z-10

Samba 09 - Jonas, Sergio Freitas, Jorge Secretário, Ivan da Wanda e Mascote

Samba 10 - Pepê Niterói, Rodolpho de Souza Junior, Beto Alves, Beto Preto, PC e Marcelo MP

Samba 11 - José Antônio, Si, Chico da Sueca, Washington Motta e Mazinho

Samba 14 - Dinny da Vila, Carlos Ortiz, Cláudia Nel, Alexandre Valle e Almeidinha

Samba 15 - Eduardo Katata, Dedé Aguiar, Jejê do Caminho, Paulo Portela e Dadinho

Samba 16 - Samuca, Paulo Martins (Puruca), Luiz Carlos, Sidinho e Pingo

Samba 18 - Guilherme Salgueiro, Dalton Cunha, Raoni Ventapane, Davi Dias e Walace Professor

 

O enredo da Unidos de Vila Isabel em 2015 presta homenagem ao maestro Isaac Karabtchevsky e será desenvolvido pelo carnavalesco Max Lopes. A escola será a terceira a desfilar na segunda-feira de carnaval. A agremiação busca o quarto título de sua trajetória no Grupo Especial.

Share via email

Cine debate relembrará Kizomba

‘’Kizomba, A Festa da Raça’’! Para os amantes do carnaval, a frase representa muito mais do que um desfile ou o nome do enredo que deu o título para a Unidos de Vila Isabel em 1988. Kizomba é um verdadeiro símbolo do carnaval. A demonstração mais fiel do chão de uma escola de samba foi demonstrada na Avenida há 26 anos, durante a passagem da azul e branco do bairro de Noel na Marquês de Sapucaí. Neste sábado, dia 23 de agosto, no Centro Cultural Cartola, a partir das 14h, haverá um Cine Debate em homenagem ao lendário desfile.

O evento, que tem entrada gratuita e é uma iniciativa do Departamento Cultural da Vila Isabel em conjunto com a diretoria, objetiva recordar o desfile na visão de seus próprios participantes. Será exibido um trecho de Kizomba, sucedido por um debate com Elizabeth Aquino, a Dona Beta, atual presidente da Vila Isabel; o diretor de harmonia e integrante da comissão de frente na ocasião, Décio Bastos; o então mestre-sala Carlinhos Brilhante; e a ex-presidente Lícia Maria Maciel Canine, a Ruça; o cantor Gera e mestre Mug.

Haverá também uma exposição com algumas fantasias originalmente usadas no desfile, além de uma grande homenagem a uma personalidade da agremiação. O Centro Cultural Cartola fica na rua Visconde de Niterói, 1296, na Mangueira.

Share via email

Barracão da Vila a todo vapor

O desfile de 2014 é um capítulo lamentável na gloriosa história da Unidos de Vila Isabel. De positivo, apenas a garra demonstrada pela comunidade e o rendimento dos quesitos de chão. Sob nova administração, a azul e branca se prepara para voltar a mostrar um nível de excelência em todos os aspectos. A ordem na agremiação é seguir à risca o cronograma de trabalho. A metodologia fica bem clara para quem visita o barracão e vê de perto o estágio adiantado das ferragens nas alegorias.

- Começamos tudo do zero e hoje temos a ferragens do carro abre-alas, que será acoplado, já colocado. Temos também vinte pneus zerados e o trabalho de reestruturação da escola começa nesse ponto. Com planejamento e o cronograma sendo seguidos, nós minimizamos bastante a possibilidade de erros. Temos metas a cumprir. Elas foram definidas por mim, pelo superintendente Bernardo Bello e a presidente Elizabeth Aquino – explica o diretor de carnaval Tavinho Novello.

Cerca de 50 pessoas já trabalham no barracão da Unidos de Vila Isabel para o Carnaval 2015. Parte desses funcionários se concentra na produção dos protótipos das fantasias que serão apresentadas na Avenida, e os outros nas ferragens das alegorias. O segundo grupo é comandado por Romário, craque não só no nome. Desde 2006 ele comanda os ferreiros da escola e comemora poder trabalhar com tranquilidade

-É muito importante. Desta forma nós conseguimos cumprir exatamente com o projeto idealizado. Temos tempo também para pensar e executar o trabalho da melhor maneira possível – afirmou.

Em 2015, a Unidos de Vila Isabel homenageará o maestro Isaac Karabtchevsky através do enredo ‘’ O maestro brasileiro está na terra de Noel. A partitura é azul e branco, da nossa Vila Isabel’’, que será desenvolvido pelo carnavalesco Max Lopes. A escola será a terceira a desfilar na segunda-feira de folia.

Share via email

Vila Isabel terá 18 sambas na disputa

A Unidos de Vila Isabel recebeu, na noite desta segunda-feira, a inscrição de 18 sambas concorrentes rumo ao Carnaval 2015. O número é 100% maior em relação aos inscritos no ano passado, o que mostra mais uma vez que a escola vive um momento renovador com a administração de Elizabeth Aquino, a Dona Beta.

Toda a diretoria marcou presença na quadra da agremiação, e o clima de esperança foi aumentando a medida que os sambas eram colocados no som. Durante pouco mais de duas horas, cerca de 60 compositores compareceram ao local e confirmaram a suspeita por uma disputa de samba bastante acirrada este ano.

- Ainda não ouvi todos os sambas, mas já estou sabendo que temos grandes sambas. Quero agradecer o empenho de vocês e garantir que teremos uma disputa de samba muito séria, com a participação da comunidade – disse Dona Beta, em breve discurso aos poetas.

A apresentação oficial das obras está marcada para o dia 09 de agosto, a partir das 23h. Em 2015, a Unidos de Vila Isabel levará para a Avenida uma homenagem ao maestro Isaac Karabtchevsky, através do enredo ” O maestro brasileiro está na terra de Noel. A partitura é azul e branco, da nossa Vila Isabel”, que será desenvolvido pelo carnavalesco Max Lopes.

Share via email

Vila recebe sambas nesta segunda

A Unidos de Vila Isabel recebe em sua quadra, na noite desta segunda-feira, dia 28 de julho, a partir das 20h, a inscrição dos sambas concorrentes para o Carnaval 2015. Os poetas da azul e branca terão até às 22h para entregarem suas obras à direção da escola.

Cada parceria precisa entregar três CD´s com o áudio do samba, além de 30 cópias da letra da composição. O início da disputa está marcado para o dia 09 de agosto, a partir das 23h. Já a final, tem previsão de ocorrer no dia 18 de outubro. Em 2015, a Unidos de Vila Isabel será a quarta agremiação a pisar no Sambódromo no domingo de carnaval. A escola homenageará o maestro Isaac Karabtchevsky através do enredo ”O maestro brasileiro está na terra de Noel. A partitura é azul e branco, da nossa Vila Isabel”.

Share via email

Departamento Cultural da Vila fará mutirão no dia 14

O Departamento Cultural da Unidos de Vila Isabel recruta voluntários para o mutirão solidário que ajudará na manutenção e conservação do acervo histórico da agremiação. Na próxima segunda-feira, dia 14 de julho, a partir das 18h, na quadra da escola, os documentos e arquivos da azul e branca começarão a ser organizados.

O diretor cultural, Vinícius Natal, é o responsável pelo departamento e conta com a colaboração de outros jovens torcedores da agremiação: Dalton Cunha, Danilo Garcia, Thales Nunes, Ricardo Nicolay, Hugo de Oliveira, Nathalia Sarro e Rafael Arantes completam o time. Os interessados em participar precisam inscrever-se na fan page da Unidos de Vila Isabel no facebook: https://www.facebook.com/unidosdevilaisabel. As vagas são limitadas.

- Sabemos que a escola está carente de material institucional. Temos tantas histórias e o nosso acervo está muito carente. Essa reestruturação é ideia da presidente Elizabeth Aquino e nós a colocaremos em prática, manteremos vivas as memoráveis histórias da Vila Isabel – disse Vinícius Natal.

Além da manutenção do acervo histórico da agremiação, o Departamento Cultural realizou na última feijoada, ocorrida no último dia 05 de julho, uma pesquisa de opinião com os frequentadores da quadra. O objetivo é melhorar cada vez mais os serviços oferecidos pela escola e traçar o perfil do público que frequenta a azul e branca. Quem não recebeu o formulário ou não esteve presente no último Feijão de Noel, pode responder o questionário através do endereço: https://docs.google.com/forms/d/1PyLoPL1hL9lWJTdJ8VAGGVMuh-wgK7ZG0JJFKTOvquc/viewform

Share via email

Leia a sinopse da Vila

Enredo: “O MAESTRO BRASILEIRO NA TERRA DE NOEL… TEM PARTITURA AZUL E BRANCA DA NOSSA VILA ISABEL”.

PRESIDENTE: ELIZABETH AQUINO (DONA BETA)
IDEIA ORIGINAL E CARNAVALESCO: MAX LOPES
PESQUISA E TEXTO: MARCOS ROZA

Preparem-se para um grande concerto!

O maestro sobe ao púlpito, exercendo uma função primordial como “elemento de ligação das ideias do compositor aos instrumentistas e/ou cantores”, e, suavemente,  ergue a batuta ao ato sublime que transcende a essa dualidade e se lança aos encantos da regência sinfônica, inscrita “dentro de parâmetros do imponderável, da mítica, da aura que acompanha o artista e determina a sua sonoridade”.

Sua regência é mais que um gesto, ruma-nos à poesia dos sons, traduz das partituras a emoção da formação de um povo, a genialidade espontânea da criação, a musicalidade orquestrada à inspiração de significativas apresentações que provêm do canto e do balé. Numa relação humana onde o elemento principal é a música, o maestro Isaac Karabtchevsky transforma a Sapucaí num palco e rege o enredo do meu samba: “O Maestro brasileiro na terra de Noel… Tem partitura azul e branca da nossa Vila Isabel”.

Em tons graves, agudos, altos ou baixos…as notas musicais saltam dos instrumentos. Afinam-se cordas, metais, sopros, percussão… Os efeitos sonoros vão criando uma incrível e mágica sonoplastia… E de uma forma livre e espontânea, o prelúdio se inicia.

Tudo pronto. Ouvimos o terceiro sinal. Deixem-se contagiar pelos sentidos da música. Peguem seus libretos, o espetáculo vai começar!

Na forja do destino, um momento divino: “Faunos” entoam seus sons cristalinos.

Envolvidos pela poesia, a saudade aperta em nosso peito. Em tempo de inspiração, os “retratos da vida” são o cocar da cultura do nosso Brasil. De um índio, bravo nativo, chamado Guarani – que se veste de paixão e luta para conquistar seu grande amor.

Viajamos pelo canto do “Uirapuru” e descobrimos cada pedacinho desse chão. Do “Concerto da Floresta” ao sertão brasileiro, seguimos pelos trilhos do “bachiano menino” a todo o vapor. Pulsantes sejam o “canto da alma caipira” e o “canto da nossa terra”, aventuras de meninos moleques e de seus coloridos papagaios, a matriz da genuína cultura brasileira!

“Corremos pelas partituras de mãos dadas com notas musicais” ao requinte de sinfonias clássicas, barrocas e românticas. Suítes, sonatas, concertos…embalam, musicalmente, as “Quatro Estações” dos fenômenos da Natureza; enredam-se pelo amor shakespeariano de “Romeu e Julieta”, pelas aventuras de “Fígaro”, o astuto criado da velha Sevilha, e protagonizam um conjunto de revelações e disfarces num festivo e simbólico “Baile de Máscaras”. Seus sons, ainda entrelaçam-se às nuances, aos detalhes, às “cores” que a voz consegue, sem possibilidade de confronto, reproduzir, navegando por entre mares de compassos, declamações líricas à ousadia do capitão, o que carrega uma maldição por desafiar “Satanás” a bordo de um “O Navio Fantasma”.

Um momento esplêndido: o maestro reduz seu gesto à proporção justa. Expressa o máximo com o mínimo…respira com a orquestra! Um espetáculo à parte. Allegro, avante… Seu realismo fantástico cruza as fronteiras da criação com a regência da Nona Sinfonia de Beethoven!

Entre românticos arcos de flores, a “Sagração da Primavera”! Linda é a bailarina, princesa, camponesa que, ao som da sinfonia, reflete o brilho de raro esplendor do “Lago dos Cisnes”. Não há quem não se emocione com a majestosa e exuberante coreografia, aventurando-se, sob muitas formas, diante do “fogo sagrado” de “La Bayadère”. Nem com “Balé de Bolshoi”, com o “Quebra Nozes” e com tantos outros… É girando na ponta dos pés que a orquestra revela a emoção da “arte dos passos”.

Nossos olhos, sem mais prova, atestam, deslumbrados, um magnífico espetáculo. Diante do que se vê, sopranos e tenores entoam da arte teatral: a ópera, voz encenada em drama musical. Castelos, histórias de amor, contos e fábulas…faces do imaginário, um tom magistral de sonhos em sintonia com a vida.

Ó magia! Sob a partitura azul e branca, tudo soa, recebendo, em si, o sopro que do Brasil ecoa. Vem, meu “povo do samba”, desfrutar dessa música boa, de um “Aquarius Concerto”, ao solo de um pandeiro e renascer das cinzas nos versos de um “senhor partideiro”: Martinho da Vila. Vem com a Vila Isabel, com seu reduto de bambas que “não quer abafar ninguém”, “só quer mostrar que faz samba também.

Share via email

Vila Isabel retorna com Feijão de Noel

Neste sábado, dia 7 de junho, a partir das 13h, a Unidos de Vila Isabel volta a realizar o tradicional Feijão de Noel! Vamos comemorar juntos o início de uma nova jornada com a diretoria da azul e branca, saboreando a melhor feijoada do Rio de Janeiro e curtindo um som de primeira.

Quem comparecer curtirá um show inédito com o Grupo Nascente em nossa quadra recém-reformada. Os cantores Gera, Tunico da Vila, Jorge Tropical e Andréia Caffé, são as demais atrações especiais do evento, que será encerrado com um grande show com os segmentos da tricampeã do carnaval carioca. Além disso, Gilsinho, cantor oficial da escola, mostrará toda a sua versatilidade musical, tanto na roda de samba quanto na interpretação dos belos sambas da história da Vila Isabel.

Em2015, a Unidos de Vila Isabel levará para a Avenida o enredo ” O maestro brasileiro está na terra de Noel, A partitura é azul e branco, da nossa Vila Isabel”, tema que homenageará o maestro Isaac Karabtchevsky e será desenvolvido pelo carnavalesco Max Lopes. A quadra da escola fica no Boulevard 28 de setembro, número 382.

Serviço – Feijão de Noel – Edição de Junho
Sábado, dia 07 de junho – 13h
Boulevard 28 de setembro, 382 – Vila Isabel
Atrações: Grupo Nascente, Gera, Tunico da Vila, Jorge Tropical, Andreia Caffé, Gilsinho e show com os segmentos da Unidos de Vila Isabel
Entrada: R$ 10,00
Feijoada: R$ 15,00
Camarotes p/ 15 pessoas: R$ 500,00
Censura: Livre
Informações: 2578-0077

Share via email

Vila divulga logo do enredo

A  Unidos de Vila Isabel divulgou, nesta segunda-feira (26), a logo do enredo para o Carnaval 2015, a ser desenvolvido pelo carnavalesco Max Lopes. O tema, denominado ” O maestro brasileiro está na terra de Noel. A partitura é azul e branco, da nossa Vila Isabel ”, homenageará o maestro Isaac Karabtchevsky.

 

Share via email