Carnaval de rua
Like

Desenrolando a Serpentina divulga programação

16 de novembro de 2015
154 Vizualizações
0 Comentários
6 minutes read
Desenrolando a Serpentina divulga programação

Desfile-do-Bloco-Suvaco-de-Cristo-no-centro-do-Rio-de-Janeiro-foto-Fernando-Maia-Riotur_201502080016A Sebastiana (Associação Independente de Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e Centro da Cidade do Rio) promove, nos dias 27 e 28 de novembro, a oitava edição do evento Desenrolando a Serpentina, no Instituto dos Arquitetos do Brasil – IAB. O tema desse ano será “O Dilema do Crescimento do Carnaval de Rua”. Além de três mesas de conversas, a programação do evento inclui a exibição de filmes sobre o Carnaval, show da Orquestra Popular Céu na Terra e roda de samba com o Grupo Arruda, que convida Moacyr Luz. O Desenrolando a Serpentina é aberto ao público e a entrada é franca.

PROGRAMAÇÃO

Dia 27 de novembro (sexta-feira)
17h – Abertura do evento com a exibição de filmes de carnaval
19h – Mesa de abertura – Os desafios do crescimento do carnaval de rua – com as presenças do ministro da Cultura Juca Ferreira; do prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes; da secretária de Cultura do Estado do Rio, Eva Dóris; do secretário Municipal de Turismo, Antonio Pedro Figueira de Mello; da presidente da Liga da Zona Portuária, Rosiete Marinho, e da presidente da Sebastiana, Rita Fernandes.

20h – Show com Orquestra Popular Céu na Terra

Dia 28 de novembro (sábado)
11h30 – Rodada de Conversas entre Associações, Blocos e Poder Público
Decreto Nº 44617 e a Resolução conjunta SESEG/SEDEC nº 132 fevereiro de 2014: uma revisão necessária
Como equacionar as exigências normativas estabelecidas pela Resolução No 13 da Lei de Segurança seguida pelo Corpo de Bombeiros para eventos de rua? Blocos não são eventos, são manifestações populares espontâneas. Quando um bloco vira evento?
– Presenças confirmadas: representantes da Polícia Militar, Secretaria de Segurança, Secretaria de Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Ministério Público, Riotur e as Associações de blocos: Sebastiana, Zé Pereira, Folia Carioca e Liga de Blocos e Bandas da Zona Portuária.

13h – ​Intervalo – Exibição de filme sobre carnaval (“Bloco do Barbas – O Documentário”)
Direção e roteiro: Ricardo de Moraes; Imagens: Jaqueline Figueiredo, Alexandre Brites, Leo Diniz e Michel Oliveira; Edição e finalização: Michael de Oliveira; Pré produção: Luciana Oliveira; Produção: Jaqueline Figueiredo; Assistente de Produção: Ian Marlon.

14h30 – Mesa de debates– Formas de financiamentos para o carnaval de rua
Cresceu, e agora? Como financiar o carnaval de rua no Rio? Possibilidades de financiamento público e patrocínios privados; os editais públicos para o carnaval de rua e as experiências de crowdfunding.
– Presenças confirmadas: Secretario Municipal de Cultura do Município do Rio de Janeiro, Marcelo Calero; Subsecretária de Cultura, Tatiana Rachid; Presidente da Zonna B, Vagner Fernandes; Presidente da Zé Pereira, Rodrigo Resende; e Marina Frydberg, do Observatório de Economia Criativa da UFF.

16h30 – Mesa de debates – Carnavais brasileiros: desafios
A hora e a vez do carnaval de rua no Brasil e os desafios. Em debate, os carnavais do Rio de Janeiro, Salvador, Olinda, São Paulo e Belo Horizonte.
– Presenças confirmadas: Diretor do Conselho do Carnaval de Salvador (ConCar), Sérgio Bezerra; diretor de Cultura da Secretaria de Cultura ​de Olinda, Pepe Jordão; coordenador de Projetos Especiais e de Carnaval da Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de São Paulo, José Mauro Gnaspini; diretor de Eventos da Belotur – Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte, Luiz Felipe Barreto; secretário de Cultura do Estado de Pernambuco, Marcelino Granja; e o secretário Municipal de Turismo do Rio de Janeiro, Antonio Pedro Figueira de Mello.
19h – Intervalo – Exibição do filme “Fantasia Política”, de André Motta Lima. Documentário produzido no carnaval da campanha pelas Diretas Já, em1995. Trata das manifestações políticas no carnaval carioca.

20h – Roda de samba em homenagem a Lefê Almeida com Grupo Arruda e participação especial de Moacyr Luz
Lefê Almeida foi o principal responsável pela revitalização da Lapa como bairro de samba. Cantores surgidos no bairro, amigos do Lefê, darão canja na roda de samba.

O Desenrolando a Serpentina tem apoio da Riotur e do Instituto dos Arquitetos do Brasil – IAB, promoção Globo e é realizado pela Sebastiana.

Serviço
Desenrolando a Serpentina – palestras, filmes, show e roda de samba
Data: 27 e 28 de novembro de 2015
Horário: 27/11 – das 17h às 20h30 e 28/11 – das11h às 20h
Local: Instituto dos Arquitetos do Brasil – IAB
Endereço: Beco do Pinheiro, 10 – Flamengo
Classificação etária: livre
Entrada franca

Fechado para novos comentários.