Lierj
Like

Em audição do CD da Lierj, Déo Pessoa manifesta preocupação com o desfile: “Sinal vermelho já acendeu”

29 de setembro de 2017
1396 Vizualizações
0 Comentários
3 minutes read
Em audição do CD da Lierj, Déo Pessoa manifesta preocupação com o desfile: “Sinal vermelho já acendeu”

ANDERSON BALTAR

Em evento fechado para dirigentes das escolas, intérpretes e imprensa, a Lierj realizou, na noite desta quinta-feira, a audição do CD da Série A para o Carnaval 2018. Com produção mais uma vez assinada por Leonardo Bessa, o disco com os sambas das 13 escolas deverá chegar às lojas até meados de novembro. O presidente da Lierj, Déo Pessoa, afirmou que a intenção da entidade foi a de antecipar ao máximo o cronograma para que as faixas pudessem ser divulgadas com o máximo de antecedência, já que o próximo Carnaval será no início de fevereiro. “Nossa maior preocupação não é vender disco, mas possibilitar que as escolas tenham seus sambas decorados pelo público”, afirma.

Déo mostrou-se preocupado com a realização do Carnaval 2018. Segundo o dirigente, até agora ninguém da Prefeitura procurou a Lierj para falar da subvenção para os desfiles. “O sinal vermelho já está aceso, com várias escolas passando por muitas dificuldades. Até agora, nem o prefeito, nem ninguém da Riotur nos procurou para informar qual será a verba e como será o repasse. A situação começa a ficar preocupante”. O dirigente adiantou que o contrato de transmissão com a TV Globo foi renovado por mais três anos, mas em valores inferiores ao compromisso anterior. “Não era o ideal, mas pelo menos tivemos condições de propiciar alguma verbas para as escolas”, disse. Por conta dos percalços, a entidade ainda não definiu a data e o local da festa de lançamento do CD.

O produtor Leonardo Bessa, que completa 15 anos na produção dos CDs do Grupo de Acesso, mostrou-se satisfeito com o resultado do álbum que, nesta versão, privilegia os sambas, com poucos cacos e sem introduções longas nas faixas. “Quisemos fazer um disco no clima dos anos 80, valorizando os sambas e os cantores. Nem sempre é fácil convencer o pessoal a fazer um trabalho mais limpo, mas conseguimos fazer os dirigentes e cantores entenderem a nossa proposta”, explicou.

Clique para ouvir as entrevistas:

Déo Pessoa (presidente da Lierj)

Leonardo Bessa (produtor do CD da Série A)

Fechado para novos comentários.