Acadêmicos de Santa Cruz
2

Em feijoada, Santa Cruz recebeu sambas para o Carnaval 2018

14 de agosto de 2017
1512 Vizualizações
0 Comentários
2 minutes read
Em feijoada, Santa Cruz recebeu sambas para o Carnaval 2018

MARCOS LODI

No último sábado (14), a Acadêmicos de Santa Cruz deu início a sua disputa de samba para o carnaval 2018. A tradicional feijoada, que contou com a presença dos segmentos da escola, também teve a presença da Mocidade Independente de Padre Miguel, campeã de 2017.

Em entrevista à RÁDIO ARQUIBANCADA, o presidente Moyses Coutinho ( Zezo), ressaltou a importância de ter uma equipe experiente contando com nomes de peso como o carnavalesco Max Lopes, o diretor de carnaval Ricardo Simpatia, o mestre sala Rogerinho e o intérprete Quinho, que retorna a Sapucaí. “Montamos um time forte e vamos buscar o título. Tínhamos outros nomes, mas não poderia deixar escapar a oportunidade de trabalhar com Max Lopes”, declarou Zezo.

O carnavalesco também falou sobre o enredo: “Nossa mensagem é de esperança, não só para a Santa Cruz, mas também para todo o brasileiro que deseja ver este país mudar pra melhor. Será um desfile forte que vai impactar e refletir”, afirmou Max.

Ao todo 27 sambas foram inscritos. De acordo com o diretor de carnaval da agremiação, Ricardo Simpatia, a proposta de conter os custos e valorizar a obra é o grande diferencial. “Não exigimos gravação em estúdio. Apenas voz e cavaquinho. As disputas estão ficando caras. Como compositor, sei como é. Por isso, recebemos os sambas e uma comissão vai escolher pelo menos 5 obras que serão gravadas em estúdio, defendidas pelo nosso time de intérpretes e tudo por conta da agremiação. Estamos resgatando a qualidade do samba sem nenhum tipo de tecnologia. Queremos neste primeiro momento, analisar as obras de forma simples e objetiva “, ressaltou Ricardo.

Os sambas classificados serão conhecidos na terça (15 de agosto), no site da escola.

Fechado para novos comentários.