Inocentes de Belford Roxo
Like

Inocentes encomendará samba para o Carnaval 2018

14 de maio de 2017
569 Vizualizações
0 Comentários
4 minutes read
Inocentes encomendará samba para o Carnaval 2018

Mais uma vez a Inocentes de Belford Roxo não irá realizar disputa de samba enredo. A exemplo do que ocorreu em 2015, a presidência da agremiação decidiu encomendar o seu hino oficial para o próximo carnaval, que tem como título: “Moju, Magé, Mojuba – sinfonias e batuques”. Caberá aos compositores Claudio Russo e André Diniz criarem a obra que a escola de Belford Roxo cantará no Sambódromo em homenagem ao município de Magé, localizado na Região da Baixada Fluminense, fundado em 1565, sendo a rota de uma trilha antiga feita por escravos chamada caminho do ouro que ligava o Rio de Janeiro a Minas Gerais. e que completará 452 anos, no dia 9 de junho.

“Devido a um problema de obras em nossa quadra de ensaios, não teremos disputa de samba, o prazo que temos para o termino entrou em conflito com o da produção do cd do Acesso. Por isso convidamos a dupla para criarem um sambão para a nossa escola. Sempre tivemos vontade de apresentar um carnaval na avenida com a qualidade musical desses dois autores e graças a Deus o ano será 2018, “disse o presidente Reginaldo Gomes

A apresentação oficial do novo samba para comunidade e imprensa será no dia 16 de julho, data em que a Caçulinha da Baixada realizará a sua festa comemorando os seus gloriosos 24 anos de existência.

“A decisão do presidente me agradou muito. Essa eventualidade na quadra não afetará em nada a produção do nosso desfile. Tenho conversado informalmente com Claudio Russo, tive a felicidade de ser campeão com uma obra dele na Inocentes em 2012, com o enredo “Corumbá- Ópera Tupy Guaicuru”, um dos sambas antológicos cantado até hoje pelos componentes da escola. E André Diniz dispensa comentários por ser um dos maiores compositores de samba enredo do momento, várias vezes campeão no Grupo Especial. estarei sempre a disposição de ambos para passar todo meu projeto e dizer tudo que penso em mostrar na avenida. Por ser dois compositores de peso poderei ser um pouco mais exigente na confecção da obra, que com certeza será uma das melhores de 2018.

Estou elaborando a sinopse e quero guardar a surpresa mais pra frente. A história de Magé é bastante rica, com uma parte histórica muito visceral e importante para o nosso pais, na formação do Estado da Guanabara. Todos irão ver que o nosso enredo será de cunho cultural, rico e luxuoso. Fiquei mais estimulado ao saber que desfilaremos no sábado em um excelente horário. O público verá um grande espetáculo azul, vermelho e branco.” declarou o carnavalesco, Wagner Gonçalves.

A Escola de Samba de Belford Roxo será a sexta agremiação da Lierj, que desfilará, no Sábado de Carnaval, na Marques de Sapucaí, pelo Grupo A.

Fechado para novos comentários.