Carnaval 2015
Like

Leia a sinopse da Ilha

22 de junho de 2014
140 Vizualizações
0 Comentários
4 minutes read
Leia a sinopse da Ilha

PRESIDENTE NEY FILARDI

VICE-PRESIDENTE DJALMA FALCÃO

DIRETOR DE CARNAVAL MÁRCIO ANDRÉ

CARNAVALESCO ALEX DE SOUZA

 

União da Ilha do Governador

Carnaval 2015

 

Beleza Pura?

Fala minha Ilha, beleza?

Hoje “ela” é a inspiração para este carnaval.

Creio que a conhece, senão, descobrirá com facilidade.

Dizem que é fundamental.

Mora na filosofia: “É o brilho ou esplendor da verdade”.

Quem é ela, afinal?

Está nos olhos de quem vê, isso garanto com certeza.

Mas para quem não crê, pergunto:  Importa se não põe à mesa?

Ela é eterna na natureza, o sublime,

que se transforma a cada instante.

O que brota, floresce, desabrocha.

Em uma metamorfose ambulante.

Mas a humanidade, buscando ter,

em todos os povos e em todas as eras,

se enfeita com seu orgulho e prazer.

Está na alma dos artistas que representam um ideal.

O pincel na tela; o cinzel na pedra dura. A arte eterniza a formosura.

Após séculos de trevas, renasce na harmonia, na simetria, é universal.

Faz com que as vitrines da vida lhe chamem a atenção.

Muitos a consideram uma ditadura.

Mas se gosto não se discute… Vista-se de ilusão!

Nem sempre sob medida, mas aguente firme, prenda a respiração!

Mesmo que pareça dissonante, imagine que tudo é chique demais

tudo é muito elegante.

Assim tratada nos contos de fadas, em personagens que na sua memória não se perdeu.

Solte suas feras, entre tantas belas e com bruxas sempre a perguntar:

“Diga espelho meu: se há na avenida alguém mais linda do que eu?”

Ela pode estar no interior, mas é no exterior que há repararão,

nos corpos perfeitos tonificados e malhados a ferro e proteína,

nos templos da obsessão ou no olimpo da perfeição.

Aos poucos o corpo se constrói, como de um deus, herói ou heroína.

Vive na mídia, ela é a cara da riqueza!

“Ela não anda, ela desfila, ela é top, capa de revista”

É toda, toda, trabalhada e com toda firmeza

É de se olhar, toda minúcia, toda delícia… É o que há!

Roubando a cena, por onde passa,

neste concurso chegará em primeiro lugar.

Bem na foto, e mesmo com retoques,

pode curtir e compartilhar, o verbo agora é “sensualizar”!

Quem sabe, com ela, até você se torne “superstar”?

Assim, espero que me revele seus segredos, que me dê algumas dicas.

Quais são os truques dela? Quais são seus artifícios?

E seus enganos, como para buscar felicidade, fosse apenas buscar a eterna juventude.

Por que todos parecem não se importar?  “Se as aparências enganam”…

Alguém repara? Relaxe, vê se esquece! Na farsa da vida, “assim é, se lhe parece”.

Pois o que se vê no reflexo? E a despeito dos defeitos…

Para ver suas falhas no entardecer da vida, se agarra aos ponteiros?

Agora, refletindo sobre a tal, então paro para pensar:

Que importa se está na flor da idade, na forma ou na estatura?

Se com o tempo vil, tudo passa, tudo muda?

O que é belo declina num só dia, tudo tem seu tempo, sua hora.

E quanto aos ganhos de tanta experiência?  Se nem em sã consciência não tributa.

Pois alcançar não se pode a eternidade. Mas falo novamente em felicidade,

se posso enfim me aceitar!

 

Então é isso! Beleza minha escola, se aproveite dela e encante mais uma vez a passarela,

 em um visual de alegria.

Vem amor, vem minha Ilha, vem na sutileza. Que um lindo desfile se anuncia!

 

Alex de Souza

Fechado para novos comentários.