Manchete
Like

Martinho vence na Vila

4 de outubro de 2015
168 Vizualizações
0 Comentários
3 minutes read
Martinho vence na Vila

VITOR GILARD

igorsorrisofinalvilaDeu Martinho! A parceria que também conta com o talento de Arlindo Cruz, Mart’nalia, André Diniz e Leonel venceu a disputa e se tornou o hino oficial da Unidos de Vila Isabel. A escola, que pretende se recuperar dos recentes resultados, leva para a avenida em 2016 o enredo “Memória do Pai Arraia – um sonho pernambucano, um legado brasileiro”, desenvolvido pelo carnavalesco Alex de Souza. O enredo conta a trajetória política de Miguel Arraes, que governou o estado de Pernambuco por três vezes. Com a presença de parte da família Arraes na quadra, o resultado saiu depois das 5h e agradou os foliões presentes.

A Velha Guarda Show da Vila Isabel esquentou o clima para a final, recebendo o público que chegava de mansinho à quadra. Por volta da 1h20, depois da apresentação e agradecimentos do presidente Luciano Ferreira, a bateria comandada por Mestre Wallan entrou em cena e esquentou de vez o público que encheu a quadra da azul e branca. A apresentação dos segmentos da escola ao som dos antigos sambas teve como destaque a apresentação da ala de passistas e do primeiro casal de Mestre Sala e Porta Bandeira, Phelipe Lemos e Dandara Ventapane.

Pouco depois das 2h30, a parceria de Jaiminho Harmonia abriu a final de samba enredo apoiada por uma torcida com bandeiras de Pernambuco e com as cores da escola. Apesar da torcida animada, o samba não contagiou a comunidade como um todo. Segunda apresentação da noite, o samba de JP não aconteceu. A própria torcida aparentava desânimo e cansaço com o atraso da escola para começar a disputa. Durante a apresentação, ficou notável um grande esvaziamento da quadra.

Já eram quase 4h quando o samba de Martinho da Vila entrou em cena arrebatando a quadra e mostrando todo seu investimento em torcida e ornamentação. Com apresentação empolgada e bem produzida, Martinho e cia. confirmaram o favoritismo e saíram com gritos de “é campeão!”
A última parceria, de Alcir Hygino, se apresentou para cumprir tabela. Com pouca torcida e já beirando às 5h, a apresentação foi ofuscada pela espera do resultado final.

Com a presença da rainha de bateria da agremiação, Sabrina Sato, o anúncio do samba campeão não surpreendeu o público que ainda restava na quadra da Vila Isabel. A festa para mais um samba vencedor de Martinho – já é o 12° – não se estendeu. O cansaço e a obviedade já tomavam conta do público. A Unidos de Vila Isabel será a primeira escola a desfilar na segunda-feira de carnaval.

Fechado para novos comentários.