O Mundo do Samba
Like

Portela recebe representantes de universidade inglesa

18 de agosto de 2015
152 Vizualizações
0 Comentários
4 minutes read
Portela recebe representantes de universidade inglesa

inglesesnaportelaOs últimos dias foram de muito aprendizado sobre o Carnaval carioca e sobre os preparativos do desfile da Portela para os britânicos James Mark Leadbetter e Louise Elizabeth Penn Chapman. Ambos pertencem ao quadro da Birmingham City Univercity. James é coordenador de Relações Estratégicas e Internacionais e Louise, professora responsável pela cadeira de Moda e Design da universidade.

A dupla que visita o Brasil pela primeira vez foi ciceroneada pela porta-bandeira Danielle Nascimento, pelo mestre-sala Alex Marcelino e pelo empresário Claudio Falavinha, marido de Danielle. Eles estiveram na quadra da escola para conferir uma exposição de fantasias, assistiram a uma noite de eliminatória do concurso de samba-enredo, e visitaram o barracão portelense na Cidade do Samba.

A vinda dos ingleses, além de ser uma retribuição à ida de Danielle e Falavinha à universidade em junho passado, serviu ainda para definir parcerias entre a instituição de ensino da Inglaterra e a agremiação. Uma delas é a criação e confecção, por alunos de moda, de um figurino especial, que será usado pelo primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira em uma apresentação de gala. Mas a porta-bandeira assegura que a parceria entre portelenses e ingleses pode ir mais longe:

– Eles já fizeram pesquisas para desenvolver o figurino, que poderá ter referências ao enredo da escola. Os alunos vão desenvolver tudo, incluindo tecido e materiais exclusivos para as roupas do casal. O importante do estreitamento das relações entre a Portela e a Universidade de Birmingham é que as duas partes encaram esse projeto (de criação e confecção de figurinos) como embrião de uma gama de outros projetos que poderá se estender a diversos setores da escola – festeja Danielle Nascimento.

James e Louise também estiveram no ateliê de Edmilson Lima, responsável pela confecção das fantasias que Danielle veste nos desfiles. Louise ficou impressionada com a qualidade do trabalho do estilista e surpresa com o conhecimento dele sobre moda.

– Ele é um estudioso. Conhece bem a moda inglesa e admira trabalhos de estilistas conceituados do meu país, como Vivienne Westwood e Alexander Mcqueen (1969-2010) – ressalta a professora, admitindo que esse contato com a Portela fez com que ela tivesse outra visão sobre o Carnaval do Rio de Janeiro.

– As pessoas no meu país, que nunca estiveram aqui, imaginam que todas as mulheres que desfilam na escola de samba usam biquíni. Essa é a imagem que é passada para o povo inglês, de uma maneira geral. Inclusive eu pensava assim, antes de ter esse contato com a Portela – conclui a professora.

Em reunião com o vice-presidente e supervisor de carnaval Marcos Falcon, ficou acertada a vinda de quatro alunos ingleses para acompanhar a finalização dos preparativos para o desfile da Portela e a ida de Nilo Sérgio, mestre de bateria, à Inglaterra para ministrar aulas de percussão aos estudantes de música.

Fechado para novos comentários.