O Mundo do Samba
Like

Porto da Pedra já tem 80% dos protótipos prontos

28 de maio de 2013
34 Vizualizações
0 Comentários
3 minutes read
Porto da Pedra já tem 80% dos protótipos prontos

Se em 2013 a Porto da Pedra correu contra o tempo para colocar o carnaval na rua, em 2014 a história tem tudo para ser diferente. Faltando oito meses para  o carnaval, o Tigre de São Gonçalo aposta no planejamento a longo prazo para disputar o campeonato da Série A.  Prova disto é o trabalho que vem sendo feito no ateliê em São Gonçalo. No local, estão sendo produzidos os protótipos das fantasias que contarão na Sapucaí, a história do enredo “Majestades do Samba: os defensores do meu pavilhão”, de autoria do carnavalesco Leandro Valente. “ Estamos seguindo um planejamento que começou a ser feito  logo após a quarta-feira de cinzas e, por conta disto, conseguimos avançar muito com o projeto. No dia seguinte à definição do enredo já começamos a trabalhar nos protótipos de 2014”, diz ele.

Segundo o presidente Fábio Montibelo, a intenção é já começar os trabalhos de barracão no início do segundo semestre: “-Ano passado tivemos muito pouco tempo para trabalhar. Hoje o panorama é outro. Temos uma comunidade comprometida com o trabalho que está sendo feito e, por isso, acreditamos que o resultado será o melhor”.

Com quase 80% dos protótipos já prontos, a vermelho e branco planeja uma grande festa para mostrar ao público a proposta de Leandro para o próximo carnaval. Apostando novamente na reciclagem de material e outros recursos de impacto, o carnavalesco imprime sua marca e experiência de artista plástico ao trabalho que vem sendo realizado no ateliê, que conta com a supervisão de Chayenne, chefe de ateliê e coordenadora geral  na produção das fantasias.

“Sempre apostei na reutilização de materiais na construção dos meus projetos. Este ano não será diferente, pois a reciclagem não é sempre sinônimo de falta de dinheiro ou recursos e sim, de inteligência e criatividade. Hoje em dia a cultura da reciclagem vem sendo fortemente usada por grandes escolas. Aqui no ateliê temos a missão de aproveitar todo o material que nos chega”, diz Chayenne.

Na equipe do ateliê comandado por Chayenne ainda estão Evelyn, Lúcia, Jussara, Mazinha, Rosária, Jacira, Adriana e Ednalva, responsáveis pela modelagem, costura e adereçagem além da mecânica , iluminação, ferragem e escultura comandadas por Gilson, Marcus, Luiz Henrique e Bita.

 

Fechado para novos comentários.