Carnaval de rua
Like

Sebastiana promove VII Desenrolando a Serpentina

4 de dezembro de 2014
129 Vizualizações
0 Comentários
4 minutes read
Sebastiana promove VII Desenrolando a Serpentina

A Sebastiana (Associação Independente de Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e Centro da Cidade do Rio) promove nos dias 8 e 9 de dezembro, a sétima edição do evento “Desenrolando a Serpentina” no Planetário da Gávea. “Carnaval de Rua: passado, presente e futuro” foi o tema escolhido para 2014, com três mesas de conversas, exposição de fotografias, show e roda de samba. O VII Desenrolando a Serpentina será uma homenagem aos 450 anos de folia na cidade do Rio de Janeiro. O evento é aberto ao público e a entrada é franca.

A abertura do Desenrolando a Serpentina acontece na segunda-feira, dia 8, às 18h, com uma homenagem aos 450 anos do Carnaval de Rua no Rio de Janeiro. Logo depois, os sambistas Nei Lopes, Luiza Dionizio e Moyseis Marques apresentam o show especialmente montado para a ocasião “Desde que o samba é samba”. Em toda a cenografia, os participantes poderão ver fotos dos blocos de rua do Rio de Janeiro.

Na terça-feira, dia 9, segundo dia do evento, em três mesas de debates, os temas “Desde que o samba é samba”, “Carnaval de todos os ritmos” e “O que será o amanhã” serão discutidos por representantes dos blocos, do poder público e da sociedade civil. A edição do Desenrolando a Serpentina de 2014 será encerrada com uma roda de samba especial em homenagem a alguns dos blocos mais tradicionais do Rio – Cacique de Ramos, Boêmios do Irajá, Bafo da Onça e Bola Preta, além do Clube do Samba – com o Quinteto Cacique
e convidados.

O Desenrolando a Serpentina tem o apoio da Riotur e do Planetário, promoção da Rede Globo e é realizado pela Sebastiana.

PROGRAMAÇÃO
8 DE DEZEMBRO – SEGUNDA-FEIRA
18h – Abertura: 450 Anos de Carnaval de Rua
20h – Show “Desde que o samba é samba”
Com Nei Lopes, Luzia Dionizio e Moysés Marques

09 DE DEZEMBRO – TERÇA-FEIRA
14H – MESA 1 – DESDE QUE O SAMBA É SAMBA…
A estreita relação do Carnaval de Rua com a cidade do Rio de
Janeiro ao longo do tempo. Blocos de rua e identidade carioca._
Haroldo Costa – Ator, produtor, pesquisador e sambista
Milton Cunha – Professor Doutor em Teoria do Carnaval UFRJ,
carnavalesco
Rosa Araújo – Historiadora e Presidentes do Museu da Imagem e do
Som
Bernardo Vilhena – Poeta, roteirista e compositor
Lula Jardim – Geógrafo e coordenador do Bloco Virtual

16H – MESA 2 – CARNAVAL DE TODOS OS RITMOS
A pluralidade de ritmos no carnaval de rua no Rio de Janeiro. Cabem
todos nessa rua?_
Pedro Luis – Músico, cantor, compositor e fundador do Monobloco
Jards Macalé – Músico, cantor e compositor
Mateus Xavier – Diretor Musical e fundador do Bloco do Sargento
Pimenta
Fernando Carvalho – Fundador e presidente do Bloco da Ansiedade
João Pimentel – Jornalista e escritor

18H – MESA 3 – O QUE SERÁ O AMANHÃ?
Com o tamanho atual, para onde vai o Carnaval de rua? Que problemas
vão surgir e terão que ser enfrentados? Como equacionar a ocupação
da cidade?
Antonio Pedro Figueira de Mello – Secretário Municipal de Turismo
do Rio de Janeiro
Ilana Strozenberg – Professora da ECO/UFRJe membro da diretoria
d’O Instituto
Jean Philippe – Músico e coordenador do Bloco Céu na Terra
Rita Fernandes – Presidente da Sebastiana

20H – RODA DE SAMBA – HOMENAGEM AOS BLOCOS CACIQUE DE RAMOS,
BOÊMIOS DO IRAJÁ, BAFO DA ONÇA, BOLA PRETA E CLUBE DO SAMBA – Com
Quinteto Cacique e convidados

Fechado para novos comentários.