Manchete
Like

Sinopse da Renascer

5 de maio de 2015
170 Vizualizações
1 Comentários
3 minutes read
Sinopse da Renascer

renascerA Renascer de Jacarepaguá divulgou, na noite dessa terça-feira (05), a sua sinopse para o Carnaval 2016, quando será a sexta escola a desfilar na sexta-feira pela Série A. Conforme o presidente da escola, Antônio Carlos Salomão, afirmou em entrevista à Rádio Arquibancada durante o sorteio da ordem de desfiles, realizado na segunda-feira (04), a escola não promoverá concurso de samba-enredo por falta de espaço adequado, já que a agremiação teve sua quadra reduzida por conta das obras do BRT. A obra será encomendada ao compositor Cláudio Russo, que também é o responsável pela sinopse.

Enredo: “Ibejís – Nas brincadeiras de criança: os orixás que viraram santos no Brasil”

É tarde, sexta-feira, no sinal fechado dois irmãos reiniciam os malabares da vida, as esferas voam, parado no trânsito meu pensamento divaga e devagar a memória se revela: Batque e Cores se misturam, ecoam tambores, risos, brincadeiras…

Dois, dois sereias do mar,
Dois, dois mamãe Iemanjá…
Dois, dois sereias do mar,
Dois, dois mamãe Iemanjá…

Ibejís: Herança da África ancestral, nos terreiros do Brasil…

Orixás… A imagem de irmãos gêmios, na proteção aos pequeninos…

A alegria gêmea da felicidade, se espalha… No sincretismo encontra outros irmãos e o culto ganha força vestido de pureza.

A fé se enche de esperança, um sorriso de criança para os corações desertos, calor que afaga a alma, acalma rancores, desarma os brutos.

Ia Iá prepara o doce.. Yaô está no gongá…

E faz a vida como se fosse um viver sem amargar…

Na dança das cadeiras uma brincadeira chega, outra sai, o sonho permanece na pinturade um desenho, na dobradura do papel, no bem me quer de uma flor, serra, serra, serrador…

O sinal já vai abrir, os irmãos preparam o fecho de ouro e vão dar um baile, lembro piratas, mascarados, ciganas, é carnaval na grande matiné dos pequenos.

Chega de infância roubada, inocência perdida, chega de demanda. Neste reino de Oxalá o futuro é um criança que precisa de atenção.

É tarde, a sexta-feira se for, abre o sinal, soa a sirene, o relógio está zerado e a verdade de ser criança vai renascer, no bailar de uma porta-bandeira protegida pelo mesre-sala, sob o axé dos Ibejís.

Hoje é festa de Ibejada! Salve Cosme e Damião!

Texto: Claudio Russo
Enredo: Jorge Caribé

Comentário em 1

  1. Pingback: Sobre Ibeji e os meninos | Ouro de Tolo